Ocorreu um erro neste gadget

sábado, dezembro 31, 2011

Faz de conta... que amanhã é hoje.

Aquelas coisas que eu te disse que faria amanhã Aquela história antiga, guardada pra um depois Todas as coisas bonitas, ou tristes, ou frias, ou mesmo vazias Que eu deixei pra outro dia... Faz de conta que amanhã é hoje Eu vou fazer tudo que prometi antes Eu vou pegar os sonhos, realizá-los hoje Desfazer-me das dúvidas, e criar algo novo hoje Amanhã hoje já vai ter sido ontem E não vai importar mais o que eu não fiz Só as coisas que deixei para um outro dia. Então faz de conta que amanhã é hoje. E realiza tudo o que é prioridade... E deixa o ano que vem pra amanhã de verdade. Nota: pior poema de fim de ano de todos. Bom 2012!