Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, novembro 02, 2009

Não se apegue...

Não se apegue demais às suas coisas: um dia elas acabarão e você vai ver que isso nunca fez o menor sentido.
Não se apegue demais à uma música. Quando você a ouvir pela décima vez no mesmo dia, ela pode já não parecer a melhor de todas.
Não se apegue demais à alguém. Quando você começar a depender dela pra viver, vai acabar se decepcionando muito.
Não se apegue demais à solidão. Quando ninguém mais quiser ficar com você, vai acabar percebendo que nenhum homem é uma ilha.
Não se apegue demais aos seus medos. Na hora de dormir, você pode não conseguir.
Não se apegue demais ao trabaho. Quando você parar e ver que não tem ninguém pra dividir, você vai acabar percebendo que sua vida passou rápido demais.
Não se apegue demais à comida. Quando você estiver alguns quilos acima do seu peso, vai se lembrar que não é nela em que está a solução, e o quanto vai ser difícil emagrecer de novo.
Não se apegue demais às flores. Quando elas murcharem, você acabará percebendo que toda flor é efêmera, que não tem uma maneira de cultivá-las para sempre...

Um comentário:

Comente