Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, julho 08, 2010

A chuva

E quase tudo poderia se encaixar
Eu conto as quebradiças do telhado para não pirar
Em qualquer um dos buracos alguém pode entrar
Dentro de sua casa, e roubar seu jantar
Não faz sentido ter medo, hesitar
Eu tranco a porta mas o céu vai desabar
As rachaduras na parede não vão suportar
E quase tudo que eu fiz para segurar
Indo embora com a chuva que vai chegar
Eu vou fechar a porta, respirar
E ouvir o barulho quando a chuva começar
E embora não haja mais teto para me acobertar
Eu já não sinto mais medo de me molhar.

Um comentário:

Comente