Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, abril 07, 2010

Leva o vento do acaso
e traz no seu atraso
o meu sentido, o meu sim
traz de novo a tona aquela tarde
Em que tudo era diferente de hoje
E a garota apaixonada outra vez
Entrega seu coração a um rapaz
Porque ele apareceu quando tudo era sereno
Transformando a calmaria da solidão
Em explosão de felicidade e afeto.
E o coração que não sabia mais o que era amor
Pôs-se a bater devotamente quando você aparece
Pôs-se a precisar de você
Pôs-se a chamar seu nome...

Um comentário:

Comente